Anuncie

Fale Conosco

Home

Quem Somos

Sala de Bate Papo

Veja em "Cultura" um dos bairros mais antigos da cidade de São Paulo.
História do Brasil, São Paulo e do Bairro (recomendadas para pesquisa escolar).

   
Como se proteger
   


Novos vírus de computador batem recorde em 2004

O número de vírus de computador conhecidos bateu a barreira dos 100 mil nos últimos 12 meses, e o número de novos vírus cresceu mais de 50%, atingindo marca recorde.
O envio de e-mails falsos, aqueles que pedem que as pessoas revelem dados confidenciais, também cresceu mais de 30%.
Os ataques e crimes cibernéticos estão se tornando cada vez mais sofisticados, e o número de redes controladas por crackers é cada vez mais surpreendente.
Segundo Kevin Hogan, gerente da Symantec (empresa que desenvolve programas antivírus), uma das principais mudanças em 2004 foi a queda no número de hackers adolescentes que tentavam criar vírus para ficarem famosos.

Dinheiro
Hogan diz que, apesar de adolescentes continuarem testando códigos com más intenções, o ano de 2004 viu um crescimento significativo no uso de programas destinados ao crime cibernético.

Para ele, os ganhos financeiros são o principal motivo para a realização desses crimes.
O portal Lycos Europe constatou um crescimento de 500% no envio de e-mails falsos, que normalmente trazem versões enganosas de sites de bancos para roubar dados bancários.
As vítimas desses ataques têm suas contas esvaziadas pelos criminosos.
Segundo Hogan, isso poderia significar o fim dos vírus espalhados por e-mails em grande escala, como o Netsky, Bagle e MyDoom, que só apareceram nos primeiros meses do ano.
O gerente da Symantec disse que os "novos" cibercriminosos agora procuram computadores pessoais que possam ser usados remotamente para enviar spams (e-mails indesejados) ou atacar sites.
Em setembro de 2004, uma estatística da Symantec mostrou que esses computadores usados remotamente sem conhecimento do dono cresceram de 2 mil para 30 mil por dia.
De acordo com empresas que combatem o spam, os e-mails que realmente importam representam menos do que 30% do total enviado no mundo todo.
Hogan afirma que a principal mudança na característica dos vírus é que, antigamente, eles eram desenvolvidos por uma única pessoa ou grupo.

Agora, diz ele, o código de vírus mais recentes, como Gaobot, Spybot e Randex, é desenvolvido por vários grupos que trabalham em novas versões ao mesmo tempo, tornando muito mais difícil o combate.
Por exemplo, só o Spybot (programa que retira "trojans" "cavalo de tróia" etc.) tem mais de 3 mil versões.
"Isso nunca aconteceu antes", disse Hogan. "O que faz com que eles sejam complicados é que as versões são desenvolvidas ao mesmo tempo e em conjunto, e não há uma ordem cronológica que ajude a entender a criação."

Alvos
O primeiro vírus capaz de atingir celulares também foi criado em 2004.
Em junho, foi provado que o vírus Cabir conseguia passar entre celulares usando a tecnologia Bluetooth.
Depois disso, surgiu ainda um outro vírus que ataca telefones celulares aparentando ser o jogo Mosquitos.
Uma vez instalado, um programa oculto envia textos SMS para números que cobram tarifas mais altas.
Mas, apesar de todos esses problemas, a empresa de segurança na Internet F-Secure disse que 2004 foi um ótimo ano para a prisão de Hackers.
No total, oito deles foram presos, incluindo o adolescente alemão Sven Jaschen, que confessou estar por trás da criação dos vírus Netsky e Sasser.
Sites que eram usados para roubar números de cartão de créditos também foram fechados.

(autoria de www.BBCBRASIL.COM)


Voltar



Serviços


Alimentação
Autos
Casa & Construção
Cursos
Compras
Escolas
Festas e Eventos
Saúde e Beleza

Outras Categorias

O Site



Participe

Envie suas sugestões

Utilidades
Classificados
Dicas p/ o Computador
Downloads de fotos
Empregos
Endereços OnLine
Endereços Úteis
Eventos do Bairro ------>>>
Gifs Animados
Cultura ----------->>>
Artigos
Entrevista
Revistas
Receitas
HORÓSCOPO
"Como fazer a coisa certa no momento certo". Veja mais...